Exame Auditivo

Quais diferenças entre Fonoaudiologia e Otorrinolaringologia?

Quando se fala de saúde auditiva, duas categorias profissionais aparecem:  otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos.

 

O médico otorrinolaringologista é um especialista em diagnosticar doenças no ouvido, no nariz e na garganta, além de estruturas relacionadas a eles, como a cabeça e o pescoço.  Normalmente, é esse profissional quem faz o diagnóstico de perda auditiva e encaminha ao fonoaudiólogo.

 

De acordo com o último estudo Demografia Médica no Brasil, feito em parceria entre Universidade de São Paulo (USP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM), existem 7.186 médicos otorrinolaringologistas no país e mais da metade (54%) está na região sudeste. 

 

Já o fonoaudiólogo é o profissional da área da saúde que trabalha com diferentes aspectos da comunicação humana: linguagem oral e escrita, fala, voz, audição e funções responsáveis pela deglutição, respiração e mastigação. No processo de reabilitação auditiva, é o fonoaudiólogo que faz a adaptação do aparelho e acompanha o paciente no processo de reabilitação.  

 

No Brasil existem 48.391 fonoaudiólogos, segundo o Conselho Federal de Fonoaudiologia.

Porém o número de audiologistas, que são os profissionais especializados nos distúrbios de comunicação oriundos do sistema auditivo, é  de apenas 2657.

 

Na Ouvirtec, o paciente que chega com um diagnóstico feito pelo médico otorrinolaringologista é atendido por um fonoaudiólogo especializado. Nesse atendimento, ele passará por uma série de avaliações para selecionar o melhor aparelho e programá-lo de acordo com as suas necessidades.

 

Após o período de teste,o cliente é incluído no Programa de Acompanhamento do Paciente (PAP), em que o usuário é monitorado durante toda sua vida junto ao aparelho auditivo, fazendo consultas presenciais, online e domiciliares.