Surdez.jpeg

Perda Auditiva

Surdez: causas, sintomas e tratamento

 

A perda auditiva pode ser detectada por alguns sintomas como aumentar muito o volume da TV, falar mais alto, sensação de ouvido tampado ou dificuldade em entender o que as pessoas falam Normalmente, ela se dá como uma consequência do envelhecimento, porém, alguns outros fatores podem causar problemas auditivos,como algumas doenças ou exposição contínua em ambientes ruidosos ou barulhentos…

 

Em caso de qualquer sintoma, é recomendado consultar um otorrinolaringologista e o fonoaudiólogo para avaliar a sua audição. Esses são profissionais capazes de indicar o tratamento mais adequado.

Principais sintomas que podem indicar perda auditiva

  1. Dificuldade em entender as conversas

  2. Dificuldade em falar no telefone

  3. Falar mais alto que o comum

  4. Pedir frequentemente para repetir alguma frase/palavra

  5. Aumentar o volume da TV ou rádio para ouvir melhor

  6. Ter a sensação de ouvido tapado ou com zumbido;

  7. Tentar ler os lábios em uma conversa

 

Tipos de perda auditiva

 

A causa da perda auditiva vai determinar o tipo de surdez, que pode ser classificada como:

 

  • Perda Neurossensorial ou sensorioneural: é a mais comum, e aparece devido ao comprometimento das células do ouvido interno, . As principais causas pela idade, exposição a som muito alto, doenças como, diabetes, tumores, doenças genéticas e  hereditariedade

 

  • Perda condutiva: acontece quando algo que afeta o ouvido externo ou médio impede a passagem de som para o ouvido interno. Geralmente as causas são medicamentosas ou cirúrgicas , como perfuração  do tímpano, acúmulo de cera, otites, ou tumores, por exemplo.

 

  • Perda auditiva mista: Na surdez mista, o elemento responsável pela surdez pode estar relacionado a lesões na orelha média e interna. O ouvido externo não pode conduzir o som de forma adequada para a orelha interna, e a orelha interna não pode processar o som que vai ser enviado ao cérebro.

 

Grau de perda auditiva

A perda auditiva pode ser classificada em:

 

  • Leve: quando a pessoa apenas ouve a partir dos 25 decibéis. Nesse caso, é possível que tenha dificuldade para entender a fala do interlocutor em ambientes com ruídos, além de não conseguir ouvir sons, como o tic-tac do relógio ou um passarinho cantando

  • Moderada: quando a pessoa ouve apenas a partir dos 41 decibéis, sendo difícil ouvir uma conversa em grupo;

  • Severa: a pessoa só ouve a partir de 56 decibéis, então apenas ruídos fortes como choros de crianças e eletrodomésticos são perceptíveis.

  • Severa: a pessoa consegue ouvir apenas a partir dos 71 decibéis, sendo possível identificar sons como latidos ou o toque do telefone no volume máximo

  • Profunda: normalmente ouve-se a partir dos 91 decibéis, sendo difícil identificar qualquer som, nesse caso a comunicação é feita por língua gestual.

 

Possíveis causas da perda auditiva

O envelhecimento é a principal causa da perda de audição, por isso é mais comum em idosos, sendo denominada por presbiacusia. No entanto, a dificuldade em escutar também pode ocorrer em qualquer faixa etária e causas mais comuns são:

- Excesso de cera no ouvido médio tratável
- Presença de líquido, como secreções, no ouvido médio (tratável)
- Existência de um objeto estranho dentro do ouvido, comum em crianças (tratável)
- Otite aguda ou crônica, na parte externa ou média do ouvido (tratável)
- Efeito colateral de medicamentos
- Exposição a ruído excessivo, superior a 85 decibéis, por longos períodos podem causa lesão nos nervos de condução do som
- Traumatismo cranioencefálico ou AVC
- Doenças como esclerose múltipla, lúpus, doença de Paget, meningite, doença de Ménière, pressão alta ou diabetes
- Síndromes como Alport ou Usher
- Otosclerose,uma doença em que o estribo, que é um osso do ouvido, deixa de vibrar, não permitindo que o som passe
- Tumor no ouvido ou cerebral que afetam a parte auditiva

 

Em alguns casos, a surdez é congênita e ocorre no período gestacional e pode ser  consequência do consumo de álcool e drogas, má nutrição da mãe, doenças, como diabetes ou infecções que surgem durante a gravidez, como sarampo, rubéola ou toxoplasmose.

 

Como tratar a perda auditiva

 

O tratamento para a surdez vai variar de acordo com a causa. Por exemplo, em caso de excesso de cera, pode ser indicada a realização de limpeza do ouvido.Tímpano perfurado ou alguma má formação são casos cirúrgicos.

 

Em algumas situações, por exemplo, quando a perda é classificada como severa, para recuperar a capacidade auditiva, é necessário o uso de próteses ou aparelhos auditivos. Após a indicação do uso de aparelho, o fonoaudiólogo será o profissional responsável por orientar e acompanhar o usuário.

 

Você ou algum familiar possui alguma dificuldade auditiva ? Visite uma das 7 lojas da Ouvirtec em Minas Gerais ou converse com um dos nossos 40 representantes no estado. Se preferir, mande a sua dúvida para o nosso whatsapp.